A História e Onde Comer Cheesecake em NY

Hoje na coluna Fala Chef quem escreve é o chef patissier Lucas Corazza, que conta pra nós um pouco sobre a A História e Onde Comer Cheesecake em NY, terra da sobremesa icônica. O chef agora tem foodtruck e você acompanha onde estará estacionado pelo no link.

A História do Cheesecake

A história do cheesecake é mais interessante do que parece.

É uma história moderna, diferente do que muitos podem imaginar. Apesar de muitas culturas terem sua versão (os italianos tem a torta de ricota, os franceses um musselina densa entre outros), é nos Estados Unidos que nasce o cheesecake como conhecemos.

Antes de tudo é necessário definir os parâmetros do que é considerado um cheesecake. A principal característica dele é um ingrediente básico: Cream Cheese.

Sem ele o Cheesecake, mais especificamente o mundialmente famoso NY Style Cheesecake, não existiria.

Apesar do nome “Philadelphia cheese” o cream cheese é nativo da cidade Nova Iorque. Esse cremoso queijo nasceu em meados de 1880, onde era fabricado pela empresa Empire Cheese & Co., comprada em 1909 pela Kraft Company.

Por volta de 1928 o Reuben’s Restaurant vendia seu cheesecake com o seguinte slogan: “Gather ye all here who have forsaken gloom” (reunam-se aqui todos que esqueceram a escuridão).

Pasticceria Rocco

Depois de ganhar uma medalha de ouro no “world’s fair”, a receita secreta do restaurante virou motivo de inveja. Tanto que seu cozinheiro foi “roubado” e contratado pelo Lindy’s.

Lá ele recebeu uma crosta de bolacha e era mais facilmente fatiado, dando o tom da receita como conhecemos hoje em dia.

Em pouco tempo, diversos lugares começaram a produzir sua própria versão do cheesecake, mas mesmo depois de o Lindy’s fechar suas portas em 1969, seu sucesso ainda ecoava na cena gastronômica, se tornando um ícone do que era o verdadeiro cheescake.

Decidido a quebrar o código da receita secreta do Lindy’s, o editor Craig Clairbone fez um pouco de jornalismo investigativo junto ao Chef Guy Pascal. Por mais de seis meses, o Chef observou um de seus cozinheiros que trabalhara no Lindy’s, fazer seu cheesecake e sorrateiramente criou sua própria receita que muito se assemelhava ao Lindy’s, mas com seus próprio toque.

Epicerie Bouloud

Ele completou o cheesecake com zests de frutas cítricas, deu um toque de creme azedo e publicou a receita em 17 de Maio de 1977 na Clairbone’s e é esta a receita oficial e aclamada até hoje pelo grande público.

Apesar de no mundo moderno o cheesecake ser considerado atualmente pelos chefe patissier uma receita caricata, ele ainda atrai multidões nos lugares mais famosos de NY e diversos chefes fazem releituras cada vez mais complexas dessa sobremesa.

No Brasil ele começa a ganhar expressão por suas características de frescor e leveza, mas ainda está longe do sucesso icônico que representa quase como um marco da cidade de NY.

Em breve em parceria com o empreendedor Paulo Baroni, abrirei uma loja especializada em cheesecakes, com receitas que estou organizando através de pesquisas e visitas a cidade berço dessa sobremesa.

A seguir você pode conferir algum dos melhores (e piores) cheesecakes que provei na cidade de Nova Iorque em um roteiro de dar inveja a qualquer um!

Roteiro do Cheesecake em NY

Pasticceria Rocco

Acho que um dos melhores – se não o melhor, que provei. Apesar de ser servido em uma folha de papel manteiga e ter comido ele na rua pois a loja estava fechando, desde a leveza do recheio até os morangos doces e frescos por cima, tudo agradou! Imperdível.

Epicerie Bouloud

Um cheesecake sofisticado, combinando técnicas francesas e americanas. Não poderia esperar menos do que a excelência quando se trata deste chef. Daniel Bouloud é um mago ao criar receitas e dar seu toque pessoal.

A própria Epicerie vale a visita, não apenas pelo cheesecake mas pelos doces maravilhosos, pães muito diferentes e queijos que você encontrará apenas por ali.

Um programa para passar algumas horas da tarde e se deliciar.

Two little red hens

Delicioso. Comi o com bluberries por cima e fiquei muito feliz. Na realidade apesar de não surpreender como o do Rocco, é ainda um dos melhores da cidade (considerado pelos moradores) e está nos tops que experimentei.

Junior’s

Talvez um dos mais tradicionais cheesecakes de NY, tem diversas lojas na cidade. Aconselho visitar a da Grand Central Station depois de comer algumas ostras. é um ponto turístico imperdível da cidade, o lugar é lindo e o cheesecake muito bom. Denso, servido fresco e comi ele puro.

Lady M

Uma patisserie americana. É a que mais se diferencia entre as “bakeries” e “pastries shops”.

Sofisticada, com arquitetura clean e sabores novos com acabamentos impecáveis.

O cheesecake chama-se “nuage blanche” e é delicado.

Mas ao visitar não deixem de comer também o “crepe cake” de chá verde.

Cheesecake Factory

Apesar de sua fama, o cheesecake não é tão bom quanto outros que comi. Mas foi o lugar com maior variedade de sabores, alguns chegando a ser esdrúxulos e exagerados. A experiência vale à  pena, mas definitivamente não é o melhor que existe e as porções valem por uma refeição.

Carlo’s Bakery

A bakery do cake boss foi o primeiro lugar que visitei, e depois visitei de novo. Não por que era bom, mas por que quis dar uma outra chance.

Foram definitivamente os piores doces da viagem inteira. O cheesecake era mais caro do que os outros e não eram gostosos. Não é de meu feitio falar mal de um lugar, mas a experiência foi decepcionante.

Sou um admirador de seu trabalho em modelarem e seus programas, mas definitivamente sua confeitaria sobrevive apenas da fama consolidada pela mídia, pois acredito que com seu crescimento a qualidade em relação a outros lugares com valor igual está muito abaixo deles.

Esperamos que tenha curtido A História e Onde Comer Cheesecake em NY.

Alessander Guerra

2 Comentários

Envie uma mensagem