Cuidados com o consumo de açúcar

No post Cuidados com o consumo do sal o chef Reinhard Pfeiffer do Lapinha SPA contou sobre a sua história e deu algumas dicas. Agora é vez de falar sobre o açúcar, outro ingrediente que precisamos conhecer mais a fundo para melhorarmos a nossa alimentação. Nesse texto Reinhard traça um breve painel explicativo. Enfim, se adoçar a vida é preciso não custa nada sabermos que opções temos para adoçá-la!

 chef Reinhard Pfeiffer (foto  Carlos Prates)

Sobre o açúcar:

A regra básica é a seguinte: quanto mais escuro é o açúcar, mais vitaminas e sais minerais ele tem, e mais perto do estado bruto ele está. A cor branca significa que o açúcar recebeu aditivos químicos no último processo da fabricação, o refinamento.

Açucar refinado/ Branco: Aditivos químicos como o enxofre, tornam o açúcar delicioso. Porém este processo de refino, retira as vitaminas e sais minerais.

Açúcar mascavo: por não passar pelo processo de refinamento, a qualidade nutricional do açúcar mascavo é melhor, em relação ao açúcar refinado. Ele apresenta vitaminas e minerais que não estão presentes na versão refinada.

No açúcar orgânico a cana utilizada em sua fabricação é cultivada sem fertilizantes químicos. Além disso, o açúcar orgânico utiliza processos apoiados na sustentabilidade do meio ambiente, desde o plantio até a etapa final. Suas características nutricionais se assemelham com as do açúcar mascavo. Portanto, apresenta uma quantidade maior de vitaminas e minerais em relação ao açúcar refinado.

A frutose é o açúcar extraído das frutas e do milho. Sem precisar de nenhum aditivo, a frutose é cerca de 30% mais doce que o açúcar comum.

O cristal é o açúcar com cristais grandes e transparentes, relativamente difíceis de serem dissolvidos em água. Depois do cozimento, ele passa apenas por etapas de refinamento, as quais retiram cerca de 90% dos sais minerais.

O açúcar demerara passa por um refinamento leve, e não recebe nenhum aditivo químico, onde seus grãos tem altos valores nutricionais, parecidos com o açúcar mascavo.

O agave oriundo de um cactus mexicano, por ser um alimento orgânico ele tem um poder adoçante maior que o açúcar e de baixíssimo índice glicêmico o que permite a utilização por diabéticos. Boa fonte de minerais, ferro, cálcio, potássio e magnésio.

O açúcar de palmeira (palm sugar) é muito utilizado na cozinha tailandesa, extraído da seiva da palmeira, que é cozida em ponto de xarope, tem um sabor mais leve que o açúcar mascavo e aroma suavemente defumado.

A estévia é um adoçante natural, antibacteriano, fungicida, diurético, que alivia a fadiga física e mental. Inibe a perda de dentes, ao contrário do açúcar refinado e adoça até duzentas vezes mais.

Alessander Guerra

Envie uma mensagem