Festival Arca do Gosto

Festival Arca do Gosto_arrozvermelho

Entre os dias 8 a 18 de outubro de 2015 o Slow Food Brasil realiza o festival gastronômico Arca do Gosto em quatorze restaurantes da capital paulista.

A Arca do Gosto é um catálogo mundial do Slow Food para localizar, descrever, divulgar e proteger produtos ameaçados de extinção, mas que se encontram ainda vivos, com potencial produtivo e comercial. A lista, dividida em categorias como raças animais, frutas e verduras, reúne hoje mais de 2000 ingredientes de diversos países, sendo quase 50 brasileiros, que vão dos mais conhecidos, como o pinhão, aos menos, caso do babaçu e do caranguejo aratu.

Festival Arca do Gosto_queijo canastra

Assim, 14 chefs se juntaram à proposta do Slow Food e criaram o festival gastronômico Arca do Gosto , resgatando alguns desses ingredientes (todos em negrito) catalogados, em seus pratos. Basta clicar no nome dos restaurantes para acessar seus sites.

  • Lígia Karasawa – Brace Bar & Griglia, preparou o Gnocchi de batata com queijo parmesão da Mantiqueira;

  • Claudia Mattos – Espaço Zym, utiliza a farinha de babaçu no Brownie salgado de babaçu e taioba, prato principal que faz parte do menu do almoço, que ainda inclui couvert, salada e sobremesa;
  • Ana Luiza Trajano – Brasil a Gosto, apresenta o Peixe do dia grelhado com crosta de baru, purê de banana-da-terra e vinagrete de laranja-lima;
  • Morena Leite – Capim Santo, resgata o caranguejo aratu em seu Mil folhas de tapioca com aratu, somente no jantar;
  • Alex Atala – Dalva e Dito, escolheu o umbu, que se transforma na sobremesa Coco, umbu e rapadura;
  • Alberto Landgraf – Epice, elegeu o néctar de abelhas nativas, que aparece também como doce na Compota de pera, burrata de búfala, tomilho limão, mel de uruçu;
  • Rodrigo Oliveira – Esquina Mocotó, apresenta o Pirarucu, cozido de feijão caupi, milho verde e paio;

    Festival Arca do Gosto_aratu
  • Marcelo Corrêa Bastos – Jiquitaia, prepara o Arroz vermelho com abóbora e camarão;
  • Heloisa Bacellar – Lá da Venda, escolheu o queijo da Serra da Canastra, que é usado no preparo do Bombocado de queijo da Canastra e mandioca;
  • Helena Rizzo e Daniel Redondo – Maní, usaram a farinha de araruta, Nhoques de Mandioquinha e Araruta com “dashi” de tucupi;
  • Fábio Vieira – Micaela, apresenta a Torta salgada de piracuí com salada de mini folhas picantes, com rúcula selvagem, folha de mostarda, azedinha e mini agrião;
  • Gabriel Matteuzzi – Tête à Tête, usa a ostra da Cananéia nas Ostras em 4 versões: Ostras ao gim-tônica, Cevichada de Ostras, Tempurá de ostras e shissô, Gratinadas ao Sabayon de Champanhe;

  • Mara Salles –  Tordesilhas, optou pelo pequi no Polvo, feijão de corda com pequi, legumes e farofa d’água no azeite de pequi (produzido pelos índios da nação Kisêdjê do Xingu), servido somente no jantar de terça a sábado;

  • Ivan Ralston – Tuju, usa o cambuci na Sardinha, Cambuci e pimenta de cheiro (um dos três tira-gostos do Menu da Estação, servido no jantar, que ainda inclui uma entrada, um prato principal e uma sobremesa).

Festival Arca do Gosto_pequi

 

Alessander Guerra

Envie uma mensagem