Lá da Venda, Lá da Vendinha

Lá da Vendinha

Lá da Venda, Lá da Vendinha, a chef Heloísa Bacellar está realmente antenada com as necessidades dos consumidores. Desde a estréia da sua mistura de armazém, café e restaurante o Lá da Venda na Vila Madalena ela vem conquistando o público, ávido em frequentar um espaço que, além da boa comida, oferece ambiente único com ares de viagem para cidadezinhas do interior e direito a um sem número de produtos pendurados e à venda (mais de 2.500 itens: secos, molhados, cestas de piquenique, ímã de geladeira, panos de prato, echarpe, panelas, peças de ágata, coadores de café, toalhas de mesa, aventais, bonecas de pano, etc, etc). Nesse caso, todos de produção artesanal, feitos pela equipe do Lá da Venda ou garimpados pela Helô em diversos cantos desse imenso Brasil.

Mas o que é o Lá da Vendinha? Explico, com o crescimento – hoje o Lá da Venda tem não só a unidade da Vila Madalena como também um espaço no Shopping JK (bem diferente da loja matriz, é um quiosque com cara de retrô moderno sem o jeitão de armazém), eventos e outros negócios – foi necessário transferir a cozinha para um espaço maior. O local escolhido, um galpão no bairro da Barra Funda e, como muita gente circula pela região, a chef Helô Bacellar resolveu abrir uma portinha, uma loja de fábrica, o Lá da Vendinha. Lugar  onde os quitutes podem ser comprados direto da fonte com 20% de desconto em relação aos preços praticados nas unidades do Lá da Venda.

Lá da Vendinha_Lucas Terribili

O Lá da Vendinha tem apenas quatro mesas, o mesmo espírito do Lá da Venda da Vila Madalena, mas com clima ainda mais simples e despojado. “A casa foi toda feita à mão, dos caixotes de feira coloridos pintados e empilhados para formar o balcão às placas e lousas usadas na decoração” conta Helô. O endereço funciona de segunda à sexta, das 11h às 17h, e apresenta uma amostra reduzida do cardápio da matriz, entre eles o premiado Pão de Queijo (feito com queijo certificado da Serra da Canastra, ovo caipira e polvilho artesanal), os Pacotinhos (assados, recheados de carne moída da vovó; ricota com castanha; camarão; palmito; carne seca com catupiry ou legumes assados), a Cheesecake de goiabada (muito amor!) e bolos simples como o de Milho cremoso. Para beber, Café espresso Martins e Coado com blend especial, Chás e Sucos orgânicos  (os itens orgânicos e de pequeno produtor são outra preocupação da chef).

Diferente do Lá da Venda, que tem café, almoço e jantar; o Lá da Vendinha não servirá pratos. O espírito é  receber os clientes com aquele cafezinho feito na hora, acompanhado de um salgado ou um docinho, enfim uma parada aconchegante pra respirar na correria diária. Alguns produtos congelados podem ser levados pra casa, como os pães de queijo e misturas prontas para bolo.

Lá da Vendinha_Lucas Terribili_1

Há ainda secos e molhados, entre eles doce de leite Viçosa e goiabada cascão, fora os itens decorativos como: panos de prato, toalhas de mesa e aventais,  produzidos pelas costureiras, bordadeiras e crocheteiras, que trabalham para todas as casas e dão expediente no local. Bem define Helô “ Como numa autêntica vendinha do interior, onde “tinha de tudo que alguém pudesse precisar no dia a dia e algumas coisas não tão úteis assim, mas que ao menos serviam pra deixar a vida mais alegre e bonita”.

 

Serviço:

Lá da Venda (acesse o site)

Lá da Vendinha

Rua Lopes Chaves, 402 A, Barra Funda (Mapa)

Telefone: (11) 3868-1407

Horário de funcionamento: 2a a 6ª: 11h/17h

fotos: Lucas Terribili

 

 

Postagens Relacionadas

Alessander Guerra

Envie uma mensagem