Guia Michelin 2016

Guia Michelin 2016

Estive na festa de premiação do Guia Michelin 2016, que aconteceu no Copacabana Palace no Rio de Janeiro e contou com a presença de grandes chefs, imprensa especializada e autoridades da gastronomia e do turismo, como Michael Ellis, diretor internacional dos guias Michelin (hoje são 25 guias, que cobrem 24 países e reúnem mais de 45 mil estabelecimentos no mundo todo com 30 milhões de cópias vendidas) . Quem segue o Instagram do Cuecas na Cozinha – conseguiu acompanhar ao vivo e saber, em primeira mão, todos os restaurantes e chefs premiados.

O Guia Michelin 2016 conta com uma seleção de 44 hotéis e 160 restaurantes do Rio de Janeiro & São Paulo. Seus inspetores ao redor do mundo, estão sempre à procura de novos endereços e testam diariamente, em todos os tipos de estabelecimentos, os mais variados estilos de cozinha. Anônimos, se comportam como clientes comuns e pagam suas contas. Seus critérios de avaliação incluem: qualidade dos produtos utilizados, personalidade da cozinha, técnica de cozimento, harmonização dos sabores, relação qualidade-preço e regularidade. Os melhores restaurantes são destacados com Bib Gourmand ou Estrelas (leia mais abaixo) com base, exclusivamente, na qualidade da cozinha, em atribuições sempre decididas em colegiado. Conforto e serviço são classificados separadamente.

Guia Michelin 2016 _ foto Cuecas na Cozinha1

Bibendum (famoso boneco de pneus da Michelin) e Michael Ellis, diretor internacional dos guias Michelin (foto tirada do meu celular)

—————————————————————————————————————————————

O que significam as Estrelas Michelin:

3 estrelas

Uma cozinha excepcional. Vale a viagem! – A assinatura de um grande chef. Produtos excepcionais, pureza e potência dos sabores, composições equilibradas. Cozinha que alcança o nível de obra de arte. Os pratos executados com perfeição muitas vezes se tornam clássicos.

2 estrelas

Uma cozinha excelente. Vale o desvio! – Os melhores produtos valorizados pela experiência de um chef talentoso, que assina, com sua equipe, pratos sutis e surpreendentes, às vezes muito originais.

1 estrela

Uma cozinha requintada. Vale conhecer! – Produtos de primeira qualidade, execução claramente refinada, sabores marcantes, regularidade na realização dos pratos.

Bib Gourmand

A melhor relação de qualidade/preço – Um momento gourmand por menos de R$90. Bons produtos, bem aproveitados, preços moderados, uma cozinha com excelente relação qualidade/preço.

—————————————————————————————————————————————-

Guia Michelin 2016 _ foto Cuecas na Cozinha

chefs e representantes de restaurantes estrelados do Rio e São Paulo (foto tirada do meu celular)

Abaixo a lista dos restaurantes (todos com links) premiados com Bib Gourmand ou Estrelas do Rio de Janeiro e São Paulo no  Guia Michelin 2016.

Categoria Bib Gourmand (cozinha de qualidade e de preço razoável – menor ou igual a R$90)

Rio de Janeiro

Anna

Artigiano

Entretapas – (unidades Botafogo e Jardim Botânico)

Gurumê

Lima Restô Bar

Miam Miam

Oui Oui

Pomodorino

Restô

Riso Bistrô

São Paulo

Antonietta Empório

Arturito

Le Bife

Bona

Brasserie Victória

Casa Santo Antonio

Ecully

Jiquitaia

Manioca

Marcel

Mimo

Miya

Mocotó

Petí Gastronomia

Sal Gastronomia

Tartar & Co

Tian

Tordesilhas

Zena Caffè

Rodrigo Oliveira e Robert Sudbrack - Copy

Os estrelados e queridos chefs Rodrigo Oliveira e Roberta Sudbrack (foto de divulgação).

Estrelados

1 estrela

Rio de Janeiro

Eleven Rio

Lasai

Mee

Olympe

Le Pré Catelan

Roberta Sudbrack

São Paulo

Attimo

 Dalva e Dito

Esquina Mocotó

Fasano

Huto

Jun Sakamoto – Rua Lisboa, 55 – Pinheiros – fone: (11) 3088-6019 (não tem site)

Kan Suke – Rua Manoel da Nóbrega, 76, loja 12, Jardim Paulista, tel. (11) 3266-3819 (não tem site)

Kinoshita

Kosushi

Maní

Téte à Téte

Tuju

Alex Atala e Giovane Carneiro 03

chef Alex Atala e seu braço direito na cozinha duas estrelas do D.O.M., o chef Giovane Carneiro. Olha lá o Bibendum também ao lado deles gente! (foto de divulgação).

2 estrelas

D.O.M. – o único chef brasileiro premiado com duas estrelas Michelin é Alex Atala com seu restaurante D.O.M.

Curiosidade:

O Guia Michelin foi idealizado por André e Edouard Michelin, fundadores do Grupo Michelin, em 1900, quando a indústria automotiva ainda engatinhava. Viajar, na época, era quase sempre uma aventura: trajetos longos, estradas mal sinalizadas… Mas, apesar dos obstáculos, os irmãos Michelin acreditavam no futuro do automóvel. Dispostos a contribuir para o desenvolvimento da mobilidade, eles começaram a distribuir gratuitamente aos motoristas um pequeno guia vermelho, de 400 páginas, com um grande número de informações práticas. Dentre elas, como trocar um pneu, onde abastecer o carro, onde comer e dormir. Nos anos 20, suas páginas passaram a abrir espaço para a classificação de restaurantes e, depois, dos hotéis.

 

Serviço

O Guia Michelin 2016 Rio de Janeiro & Sao Paulo estará acessível gratuitamente – baixe o aplicativo para iOS e  Android. A versão impressa cuta R$ 80,00 e pode ser encontrada nas principais livrarias.

(abertura da matéria foto de divulgação)

 

Alessander Guerra

Um Comentário

Envie uma mensagem