Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado

Antes de mais nada deixa eu te perguntar uma coisa: você já conhece o Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado ?

Se conhece, ótimo! Se não conhece, então deixa eu te apresentar.

Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado _Comida de Rua_Publico

Ah!! Esqueci de fazer uma outra pergunta: E Gramado? Você já viajou para Gramado?

Se ainda não, tenho certeza que vai amar!

Confesso que gosto demais dessa charmosa e elegante cidade da Serra Gaúcha.

Famosa por sua hospitalidade, o Festival de Cinema, o Natal Luz, o Festival de Inverno, os chocolates…. Enfim, tem tanta coisa boa para colocar nessa lista!

Inclusive, o Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado, que acontece sempre em setembro.

Pronto! Não precisava, mas te dei um bom motivo para ir agora!

#Euvou! Estarei lá! Chego no dia 5 e fico até o dia 11 de setembro.

Quando a gastronomia e a cultura se juntam, para mim é um prato deliciosamente cheio!

O que é o Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado ?

Entre os dias 5 a 22 de setembro acontece o 11º Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado.

Todos os anos, sempre em setembro, o festival conta com um país convidado que, dessa forma, traz seus chefs e sua gastronomia para essa deliciosa cidade da Serra Gaúcha.

Em 2019 é a vez do Chile!

A proposta do evento é realizar assim uma grande festa com opções de comida de rua, jantares harmonizados com chefs convidados (Festins), cursos e oficinas e atrações culturais gratuitas.

“A edição do ano passado foi tão bem sucedida que esse ano decidimos ampliar a programação aumentado a duração do festival em uma semana, assim vamos pegar os dois feriados importantes de setembro. Nossa expectativa é ainda maior para essa edição”, afirma Edson Néspolo, presidente da Gramadotur, autarquia responsável pela realização do festival ao lado da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) – Região das Hortênsias .

Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado

Os resultados de 2018

Vale ilustrar com números as palavras do presidente da Gramadotur.

Lembrando que em 2018, o país convidado foi o Uruguai.

Gastronomia 

Participaram – 5 vinícolas, 7 cervejarias e 18 restaurantes.

Bem como aconteceram: 35 oficinas de gastronomia, 6 festins, 20 estações de comida de rua, concurso de melhor chef e cozinha experimental.

Cultura

Foram: + de 50 apresentações artísticas distribuídas em shows musicais, apresentações de teatro e dança.

Assim também, ocorreram atividades de integração e a tradicional corrida dos garçons.

Resultados: 220 mil visitantes e 20 mil pratos vendidos.

Corrida de Garçons

Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado – 2019

O Chile é o país convidado!

Então, inspirados na cozinha chilena, 21 restaurantes de Gramado criarão seus pratos para servir nas estações de comida de rua.

Igualmente, as homenagens ao Chile se estenderão pelo projeto cenográfico e a decoração do festival.

Nove chefs chilenos desembarcam na cidade para comandarem sete Festins, os concorridos jantares harmonizados que acontecem dentro dos restaurantes.

Cozinha Experimental

Para completar o SENAC Gramado monta sua Cozinha Experimental na Praça Major Nicoletti, ficando bem próximo das bancas de comida de rua.

Por lá acontecerão todas as oficinas, concursos e workshops do festival.

Comida de Rua

Estão confirmados, 21 estabelecimentos de Gramado que irão oferecer em suas estações pratos inspirados na gastronomia do Chile.

Os pratos servidos terão um preço fixo de R$30 (salgados) e R$20 (doces).

A estrutura será toda montada na Rua Pedro Benetti (ao lado da igreja).

Participam: Josephina, Colosseo, Il Piacere, Casa Aveiro, Brûlée Bistrô Bistrot Pastasciutta, Nonno Mio, Belle Vitrine, Malbec, Casa di Pietro, Pasteleiro, Nonno Mio Fast Gourmet, Boreal Gastropub, San Tao, Vitobella, Cantina Pastasciutta, Esperienza Bistrot, Casa da Madre Gourmet, White FlyDivino e Zuckerhaus.

Festival de Cultura e Gastronomia de GramadoTábua de sobremesas do chef Carlos Mardones servida no seu restaurante Macerado no Chile.

Chefs chilenos convidados

A organização do evento convidou nove grandes chefs do país homenageado.

Carlos Mardones do restaurante Macerado (Viñamar)

Formado engenheiro agrônomo, Mardones trabalhou durante dois anos na Viña Catrala de Lo Orozco.

Com a crise econômica e sem trabalho, sugeriu ao pai, Rafael Donoso, especialista em negócios; à mãe, Ana Vásquez, excelente cozinheira; e a seu irmão mais velho, Cristian Donoso, igualmente um agrônomo como ele, que montassem um restaurante.

Assim, em meados de 2006 nasceu o primeiro Macerado em Casablanca.

O conceito, fazer uma cozinha chilena renovada com ingredientes cuidadosamente selecionados de fornecedores da região.

Horta de dois hectares que o chef Rodrigo Acuña Bravo tem à sua disposição no Milla Milla.

Rodrigo Acuña Bravo do restaurante Milla Milla at VIK  (Valle de Millahue)

O chef executivo comanda o Milla Milla, restaurante da icônica bodega chilena e hotel com design futurista VIK, localizados no Valle de Millahue.

Sua proposta é trabalhar apenas com ingredientes sazonais, que são cultivados organicamente na ampla e bela propriedade.

Bravo também apóia o trabalho da comunidade local, comprando os insumos que não produz.

Intitula sua cozinha como “honesta”, feita a partir de produtos sazonais “puros” da horta de dois hectares da propriedade.

Da mesma forma, destaca que cada refeição é autenticamente chilena, porque enfim, os sabores locais é que são servidos nos pratos todos os dias.

Festival de Cultura e Gastronomia de GramadoO premiado chef Federico Ziegler suas conservas e embutidos no Polvo Bar de Vinos.

Federico Ziegler do Polvo Bar de Vinos (Santiago)

O chef chegou ao Polvo Bar de Vinos depois de trabalhar durante quatro temporadas no hotel Awasi Patagonia, desde a sua inauguração.

É um cozinheiro de produto, que gosta de utilizar diariamente o que há de mais fresco no mercado.

Dois destaques do restaurante são a produção de charcutaria e conservas próprias.

Provando então essas paixões do chef, encontramos uma máquina Berkel modelo 9H pronta para fatiar os embutidos.

Bem como, uma estante repleta de vidros com conservas diversas.

A carta de vinhos é, sem dúvida, outro grande diferencial da casa.

Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado

Barriga de porco defumada que o chef Antônio Moreno Herera serve em seu restaurante Puerto Claro.

Antônio Moreno Herera do restaurante Puerto Claro (Valparaíso)

Com mais de dez anos de experiência, o chef já trabalhou em casas na Europa e América como: La Gloria (Lima), Porto (Santiago), El Cingle (Barcelona – 1 estrela Michelin ), Château de Siran (França) e Noso (Santiago).

Durante quatro anos, antes de então assumir as panelas do Puerto Claro, Antônio comandou o restaurante Montealegre, do Hotel Casa Higueras no Cerro Alegre de Valparaíso (Chile).

Seu estilo de cozinha utiliza técnicas clássicas e modernas, com inspiração francesa aplicada aos produtos típicos dessa região chilena.

Por lá, por exemplo, tradicionais batatas e risotos podem ceder espaço para uma couve-flor cremosa.

Festival de Cultura e Gastronomia de GramadoNo Tres Peces a valorização da pesca sustentável.

Paula Baéz e Cristian Gómez do restaurante Tres Peces (Valparaíso)

Além da dupla de chefs, também pertence à sociedade do restaurante, Meyling Tang, jornalista especializada em pesca e aquacultura.

Em primeiro lugar, a proposta da casa é a valorização da pesca sustentável, que assim oferece em seu menu apenas pescados e mariscos da temporada.

“Queremos valorizar o trabalho dos pescadores. Eu sou de Playa Ancha, vários dos meus tios trabalham em Caleta El Membrillo, e meu pai trabalhou 40 anos no mar. Todo esse esforço que se vê todos os dias, queríamos mostrar e dar o valor que merece na cozinha. Há um espaço muito grande para que o triângulo formado por pescadores, cozinheiros e consumidores seja ligado de uma maneira melhor e todos se conheçam ” explica Cristian Gómez.

Festival de Cultura e Gastronomia de GramadoCheesecake de caranguejo, maracujá, quinoa, rúcula e queijo de cabra do chef Giuliano Olmos do Domus Mare.

Giuliano Olmos e Jorge Ruiz do restaurante Domus Mare (Viña del Mar)

Antes de chegar ao comando da cozinha do hotel boutique e restaurante Domus Mare em Viña del Mar (Chile), o chef Giuliano Olmos passou por grandes experiências internacionais.

Dessa forma, apenas citando alguns hotéis e restaurantes 5 estrelas que trabalhou: W Hotel Santiago, Sheraton Miramar e ST. Regis Aspen Resort EUA (5 estrelas e 5 diamantes).

Sua cozinha preza pela excelência do serviço, bem como por ingredientes de primeira qualidade tanto nacionais quanto importados.

Os comensais do restaurante Domus Mare igualmente são contemplados com uma bela vista do mar.

Festival de Cultura e Gastronomia de GramadoEmpanadas chilenas. O La Caleta só trabalha com peixes muito frescos, pescados há menos de 12 horas.

Nicolás Navarro do restaurante La Caleta (Valparaíso).

O cozinheiro chef lidera sua equipe há 4 anos.

Sua proposta é que os clientes possam comer peixes frescos que, por exemplo, estavam nadando há doze horas na Costa Central do Chile.

Resultado da parceria com pescadores artesanais que trabalham nas enseadas entre San Antonio e Los Vilos.

Por lá, nada de salmão, garoupa ou atum. Mas sim os clássicos dessa costa: côngrios, linguados e cavalas.

Bem como os mais desconhecidos: bilagay e peixe-sapo.

Enfim, são mais de quinze tipos de peixes diferentes que se revezam conforme o dia de pesca.

Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado

Festins

Nessa edição do Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado acontecerão sete Festins.

No comando das caçarolas sempre um ou mais chefs chilenos convidados.

A experiência inclui menu completo harmonizado com vinhos chilenos.

Os convites custam entre R$ 250 e R$ 350 por pessoa e podem ser adquiridos diretamente em cada restaurante de Gramado ou pela Abrasel no telefone (54) 3295-1355.

5 de setembro, quinta-feira, 20h – Restaurante Malbec – Jantar comandado pelo chef Carlos Mardones do Macerado (Viñamar).

6 de setembro, sexta-feira, 20h – Restaurante Josephina – Jantar comandado pelo chef Rodrigo Acuña do Milla Milla at VIK  (Valle de Millahue).

8 de setembro, domingo, 12h30 – Bistrot Pastasciutta – Almoço comandado pelo chef Federico Ziegler do Polvo Bar de Vinos (Santiago).

10 de setembro, terça-feira, 20h – Wood Hotel – Jantar comandado pelo chef Antônio Moreno do Puerto Claro (Valparaíso).

12 de setembro, quinta-feira, 20h – Castelo Saint Andrews – Jantar comandado pelos chefs Giuliano Olmos e Jorge Ruiz do Domus Mare (Viña del Mar).

13 de setembro, sexta-feira, 20h – Restaurante San Tao – Jantar comandado pelos chefs Paula Baéz e Cristian Gómez do Tres Peces (Valparaíso).

14 de setembro, sábado, 20h – Restaurante Nonno Mio – Jantar comandado pelo chef Nicolás Navarro do La Caleta (Valparaíso).

Festival de Cultura e Gastronomia de Gramado

SERVIÇO

De 5 a 22 de setembro em Gramado

Onde: Praça Major Nicoletti e Rua Pedro Benetti – Centro de Gramado

Horário: das 11h30 às 22h

Mais informações: (54) 3286.2002

Instagram

Facebook

Obs: Esse post é uma parceria patrocinada pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL) – Região das Hortênsias.

Alessander Guerra

Envie uma mensagem