Vamos almoçar na Casa da Li?

Porchetta1 thumb%5B2%5D - Vamos almoçar na Casa da Li?Porchetta cobiçada

O título do post apareceu no twitter via @RobertaSudbrack . Na verdade estava escrito assim: Vamos almoçar na @CasadaLi na sexta-feira às 13 horas? E uma rede de confirmações se forma.

Eu chego e três mesas lotadas já estão atravessadas no salão da Casa da Li. Cumprimento a @RobertaSudbrack, o @mandacaru, o @CaBertolazzi, a @DanielaAF,  conheço a @abocanervosa e o @bronza.

Pego a última cadeira ao lado da @AilinAleixo, só não sabia que era do @bennynovak, que tinha subido e quando desceu já não tinha onde sentar.

Vamos encaixar uma cadeira?

E se a gente inverter o sentido da mesa e juntar mais uma?

“Li, podemos tirar a Porchetta dessa mesa para acrescentar na nossa?”

Focaccia thumb%5B2%5D - Vamos almoçar na Casa da Li?A famosa Li e sua assadeira de Focaccia

Casa da Li

Logo estávamos todos mudando tudo de lugar.

E bota mais papel em cima das mesas, coloca mais pratos,  copos, talheres e guardanapos.

Senta novamente, agora já chegaram a @TalithaBarros e a @LuBetenson.

E o pessoal faz tudo isso sem perder o foco de devorar a Porchetta.

Que delícia provar essa suave carne de porco bem temperada!

Mas saem do forno assadeiras de focaccia!

Uma com rodelas de tomate e outra com cebolas roxas e lá vai a @TalithaBarros prá trás do balcão da Li (bom informar que lá também continua funcionando a rotisseria) e começa a ajudar a cortar, eu fotografo.

O povo se serve e quer muito mais.

Frango thumb%5B2%5D - Vamos almoçar na Casa da Li?Franguinho!!!

Franguinho

Lá vem o franguinho assado partido ao meio, cheio de sabor de feito em casa.

Um franguinho não, vários!

Um deles é colocado em frente a esse que vos escreve, do outro lado a responsável pela convocação @RobertaSudbrack começa a fatiar.

A assadeira redonda gira sobre o prato, então eu começo a cortar o frango pelo meu lado.

Força de lá e força de cá, a assadeira pára de rodopiar.

Silêncio…. Aquele momento mágico quando todo mundo leva ao mesmo tempo seu garfo à boca.

Pernil thumb%5B2%5D - Vamos almoçar na Casa da Li?Ai esse Pernil!!!!!!

Agora o pernil, que vem desfiado, desmancha na boca e tem um molho…, que vai te lembrar daqueles lanches da casa da avó.

Lasanha

“Queremos lasanha! Queremos lasanha!”

Ok, saem as travessas de lasanha.

“Como é que eu vou servir?” pergunta a Li.

Coloca aqui e dá uma colher que a gente se serve.

E os pratos vão rodando frente à lasanha, ao melhor estilo “escravos de jó”.

O silêncio se fez novamente, agora um pouco mais profundo, eu até fechei os olhos quando levei aquela lasanha à boca.

Do outro lado da mesa a @abocanervosa parou para me observar e estava rindo quando eu abri os olhos.

A massa fininha e os sabores…(enquanto escrevo estou salivando de lembrar). Inesquecível! Talvez seja meu melhor adjetivo para aquela lasanha.

Lasanha thumb%5B4%5D - Vamos almoçar na Casa da Li?

Lasanha – Inesquecível!

Comida normal!

Enfim, já deu para perceber que a Casa da Li é a Casa da Li (ou da Eliane André). Fica num sobrado vermelho, as mesas são aquelas quadradas que a gente vai juntando, as toalhas coloridas são de papel, os guardanapos também.

Não há porcelana chique, nem copos de cristal e titânio com nome estrangeiro que raspa a garganta, muito menos garçons que se aproximam assim que você respira.

Não, não é daqueles lugares para “ver e ser visto”. É apenas para quem gosta de comer e, principalmente, quem gosta de comer comida normal (Eu amo comida normal!).

A Li é uma cozinheira emocionada, feliz em receber. Mal sabe ela, somos nós que saímos de sua Casa com uma daquelas experiências de vida que a gente sabe que vai recordar.

P.S. Cabe registrar que se comer é bom, sentar à mesa com todos esses @s citados por aqui é melhor ainda.

Fotos do post: Alessander Guerra – Cuecas na Cozinha

Casa da Li

Alessander Guerra

14 Comentários

  1. >Super bem escrito este post, Ale, como sempre aliás! Legal mesmo, descreveu bem a atmosfera do dia. Aquele pernil com a geleia de pimenta, além da lasanha, deixaram saudades. Abraços!

  2. >Thaís o endereço é Aspicuelta, 23 (Vila Madalena).

    Só pra vc entender todo o post que faço, eu linko sobre o nome do lugar o endereço virtual.Clickando no nome Casa da Li – vai cair direto no twitter dela com endereço e telefone.

    bj e bom almoço

  3. >Deve ter sido super emocionante, imagino o quanto! Acho que eu ia chorar… de tanto rir em tão boa companhia 🙂

  4. >Caramba, Alê, me deu vontade de estar lá. Quando tiver outra comelança dessas, não se esqueça de me chamar. Hahahahaha. Grande abraço, César.

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA
Refresh

*