Azulejo Pernambucano

Sabe quando as pessoas pedem a indicação de um lugar bom, bonito e com preços razoáveis pra ir com os amigos e a família?  Assim é o Azulejo Pernambucano!

Azulejo Pernambucano  fachada bx - Azulejo Pernambucano

O chef recifense André Palma trouxe para a Pompéia (zona oeste de São Paulo) um restaurante para que as pessoas sintam como se estivessem na terra natal dele.

A bandeira de Pernambuco está lá, logo na entrada, de antemão avisando o que nos espera.

Instalado num casarão dos anos 40, o Azulejo Pernambucano tem ambientes convidativos.

André reproduz pratos da tradicional culinária do seu Estado com inspiração, à princípio, nos quitutes servidos nas casas dos barões da cana de açúcar.

Receitas de mais de 300 anos que levam, naturalmente, ingredientes trazidos direto de Recife.

Azulejo Pernambucano  caldinhos bx - Azulejo PernambucanoAntes de mais nada prove o Caldinho de Peixe

Autodidata, o chef me contou que aos 11 anos já ajudava na cozinha sua irmã mais velha, a Vera, com quem, dessa forma, aprendeu fazendo.

A receita tradicional do bolo Souza Leão, que prepara no restaurante,  ele antecipa que é ensinamento do seu conterrâneo, o chef César Santos – Oficina do Sabor em Olinda.

Enfim, André Palma pretende mostrar em seu Azulejo Pernambucano uma comida simples, feita com bons ingredientes e tempo de preparo cuidadoso.

Além da cozinha, que deve ser compartilhada com vários chefs convidados, há também o objetivo de logo trazer pernambucanos das mais variadas expressões culturais: artesãos, artistas plásticos, designers, músicos, para eventos na casa.

Como já cantaram os Titãs: “A gente não quer só comida. A gente quer comida, diversão e arte!”

Azulejo Pernambucano  bolinhos1 bx - Azulejo PernambucanoLogo depois pode pedir uma porção dos Bolinhos de Macaxeira.

Azulejo Pernambucano – menu

Inspirado nos mercados de São José e da Madalena que está acostumado a frequentar em Recife, o chef criou um cardápio onde o cliente poderá montar seu próprio prato.

Combinando Sustanças com Acompanhamentos típicos.

Claro que vamos começar petiscando!

Antes de mais nada, inicie os trabalhos com o imperdível Caldinho de peixe (R$14) que é pura comfort food.

Uma prova de como as horas de preparo e o cuidado com os ingredientes, resultam em sabores inesquecíveis.

Tem também Bolinho de macaxeira com charque (R$20) ou com bacalhau (R$24).

O Arrumadinho de carne de sol (R$25), de acordo com o chef, é um dos seus pratos favoritos.

Azulejo Pernambucano  pratos bx - Azulejo PernambucanoEntão parta para as Sustanças e Acompanhamentos.

Entre as Sustanças

Feita na casa, a Carne de Sol na manteiga de garrafa (R$35) é muito macia e suculenta.

A Carne de Charque (R$32) chega ao prato em forma de picadinho, também puxada na manteiga de garrafa.

Queijo Coalho (R$15) não pode faltar.

Mais próxima do litoral, a cozinha de André Palma possui no cardápio pratos como: Peixe do Mar (R$39), filé de peixe do dia preparado no azeite de ervas e os Camarões no azeite de ervas (R$69).

Para os Acompanhamentos

Você pode escolher Purê (R$8) de macaxeira, inhame, batata doce ou jerimum.

Farofa (R$7) acebolada, de abacaxi ou de cuscuz.

Eu super recomendo a farofa de cuscuz, muito bem temperada e saborosa!

Bem como Feijão (R$10) fradinho ou verde (que vem direto de Recife).

Arroz (R$6) branco, de castanha, de alho frito ou de coco seco.

Afinal peça um de cada! Assim dá pra compartilhar com as pessoas que estiverem dividindo a mesa!

Azulejo Pernambucano  marmita baiao de dois bx - Azulejo PernambucanoMarmita do Chef – Baião de dois

Marmita do Chef

Paralelamente ao cardápio uma opção muito prática, saborosa e com ótimo preço é a Marmita do Chef!

Servida apenas durante a semana de quarta a sexta-feira no almoço por R$ 19,90.

Entre as criações oferecidas semanalmente estão pratos como baião de dois, galinhada, picadinho, charque e vaca atolada. Além de uma opção vegetariana.

Azulejo Pernambucano  doces de Pernambuco bx - Azulejo PernambucanoÉ difícil escolher a sobremesa!

Sobremesas

As sobremesas, desde já aviso: são um capítulo à parte. Muito bem cuidadas pelo chef.

Bolo de Rolo (R$14) – único que não é preparado no Azulejo Pernambucano,  vem direto de Recife e é servido em fatia com goiabada juntamente com queijo Reino.

Trindade Pernambucana (R$26) – reúne simultaneamente fatias dos bolos:

  • Souza Leão – bolo histórico – feito com massa de mandioca e 21 gemas,
  • de Noiva – tem massa escura de frutas e vinho e é tradicional em casamentos de Pernambuco,
  • de Rolo – tradicional rocambole que leva goiabada de recheio.

Cartola (R$22) – banana frita com queijo manteiga polvilhado de açúcar, chocolate e canela.

Cocada cremosa (R$12) – coco, abacaxi, passas e doce de leite.

Mateus e Catirina (R$20) – bolo de rolo, sorvete de queijo e goiabada cremosa.

Sertões (R$18) – sorvete de queijo, farofa de paçoca e mel de erva doce.

Não deixem de pedir esse sorvete de queijo, porque é cremosamente único!

Azulejo Pernambucano  sorvete de queijo bx - Azulejo PernambucanoTambém alerto que, da mesma forma, é imperdível esse Sorvete de Queijo – Sertões

Azulejo Pernambucano – Café e Tapiocaria

Durante as tardes de quarta a sexta, das 15h30 às 18h30, a casa funciona com uma proposta semelhante aos famosos cafés regionais nordestinos.

Serve tapiocas, cuscuzes, bolos, sobremesas, sucos e café.

Entre as opções: Cuscuz recheado de charque ou coalho (R$14) e Tapioca de charque ou coalho (R$14).

Azulejo Pernambucano  para beber2 - Azulejo PernambucanoDrink Serra das Russas

Azulejo Pernambucano – Para Beber

Falamos dos comes, agora podemos entrar no capítulo dos bebes.

Carta de Drinks

Alguns drinks autorais preparados especialmente com cachaça Carvalheira.

Coco de Roda (R$24) – cachaça Carvalheira tradicional, caju picado, leite de coco, mel de caju, coco seco queimado.

Serra das Russas (R$22) – cachaça Carvalheira Brasil, morangos macerados, suco de abacaxi e mel de engenho.

Dá também pra pedir com vodka ou gin, mas se está na casa e quer provar os sabores de Pernambuco , definitivamente peça com a cachaça Carvalheira!

Azulejo Pernambucano  para beber3 - Azulejo Pernambucano

Carta de Vinhos

Sócia do chef André Palma, a sommelière paulistana Renata Quirino, circula pelo salão da casa dando assim sugestões aos clientes.

Criou uma carta que privilegia os vinhos brasileiros e de países que ajudaram na composição da sociedade de Pernambuco como Portugal e Espanha, por exemplo.

São mais de 60 rótulos da Europa, Brasil e África do Sul – bem como cerca de 20 deles também oferecidos em taça.

Surpreendentemente o Azulejo Pernambucano oferece uma variedade de vinhos mais elaborados que eu não esperaria encontrar na carta.

Com certeza resultado do trabalho de Renata.

Dessa forma o local é uma boa parada para os apreciadores de vinho.

Citando alguns para ilustrar:

Azulejo Pernambucano  para beber1 - Azulejo Pernambucano

Champagnes e Espumantes

Champagne Lanson Black Label Brut (R$438) ou Espumante brasileiro Campos de Cima Natural Brut (R$118 garrafa/ R$34 taça).

Brancos

Opta 2015 – Dão/ Portugal  (R$89) – elaborado assim com as uvas Encruzado, Malvasia Fina e Cerceal Branco ou o brasileiro Pizzato Legno Chardonnay Gran Reserva 2016 (R$164)

Mais uma opção de branco é o sul-africano Lyngrove Collection 2016 – Sauvignon Blanc (R$82)

Laranja

Art. Terra Curtimenta 2016 (R$216) – vinho do Alentejo (Portugal) feito com as uvas Antão Vaz, Arinto e Viognier.

Em síntese, o vinho laranja é o resultado do contato do vinho branco com as cascas da uva durante a fermentação. O que, a princípio, lhe confere mais riqueza de aromas e sabores.

Rosés

Irene Antonietta Campos de Cima 2015 – brasileiro elaborado com Merlot, Shiraz e Malbec (R$74 garrafa / R$22 taça).

Tintos

Chateauneuf du Pape Domaine Raymond 2012 (R$382)

Langhe Nebbiolo Pecchenino 2013 (R$185)

Las2ces 2015 – da região de Valência na Espanha – assim produzido com uvas Bobal, Tempranillo e Syrah (R$73 garrafa /R$22 taça).

Sobremesas e Fortificados

Château des Comperes Sauternes 2015 (R$319 garrafa/ R$46 taça).

Jerez Real Tesoro Oloroso (R$131 garrafa/ R$32 taça).

Azulejo Pernambucano  sócios - Azulejo PernambucanoO chef recifense André Palma e a sommelière paulistana Renata Quirino.

Eventos

O Azulejo Pernambucano pode ser reservado igualmente para eventos sociais e corporativos.

Assim também, o chef André Palma prepara pratos do restaurante ou outro menu escolhido pelo cliente.

A casa dispõe de 40 lugares no andar superior, que é utilizado apenas para eventos.

Bem como há ainda 70 lugares no piso inferior para eventos maiores.

De acordo com o chef também é possível pedir o serviço de bufê a domicílio.

Serviço:

Azulejo Pernambucano

Endereço: Rua Caraíbas, 871 – Pompéia (São Paulo)

Facebook / Instagram

Valores citados referentes a data da visita maio/2018

Naturalmente se você gostou dessa dica, deve acessar nossa coluna de restaurantes.

Alessander Guerra

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*