Crumble de Berries com sorbet de Framboesa Negra

BISTR%C3%94+BARONESA +CRUMBLE+DE+FRUTAS+VERMELHAS+2. - Crumble de Berries com sorbet de Framboesa NegraDireto da Fazenda Baronesa Von Leithner essa saborosa receita de Crumble de Berries com sorbet de Framboesa Negra. Tive a oportunidade de visitar e conhecer de perto a produção das frutas.

Localizada há cerca de 10 km do centro de Capivari, a Fazenda Baronesa Von Leithner é um complexo gastronômico e turístico. Cercada por uma reserva ambiental chamada Refúgio dos Sauás, com 110 alqueires de fauna e flora, oferece duas cafeterias – o Baronesa Café e o Landscape – que possuem uma carta de cafés e drinks especiais feitos por baristas e o Bistrô Baronesa Von Leithner que apresenta cozinha européia, adaptada aos ingredientes regionais. Primeira cultivadora de frutas vermelhas do Brasil, hoje é a maior produtora do Estado. As delicadas frutinhas estão em pratos, sucos, sobremesas e drinks. Especialmente para a Temporada Gastronômica do Natal na Montanha a chef e proprietária Melissa Masotti preparou:

 

Crumble de Berries com sorbet de Framboesa Negra

Ingredientes

Massa:
100gr de farinha de trigo
100gr de açucar
100gr de manteiga

Recheio :
100gr de frutas vermelhas ou de preferência
2 colheres de sopa de açucar

Misturar os ingredientes da massa até obter uma farofa .
Msturar o açucar com as frutas delicadamente e colocar no fundo de um recipiente fundo e refratario . Colocar pedaços da massa em cima das frutas e assar em forno à 180ºC por aproximadamente 10 minutos ou até dourar.

Rendimento : 6 à 7 porções individuais

Servir quente com sorvete de framboesa negra ou o de sua preferência.

Acesse o site da Fazenda Baronesa Von Leithner

 

Alessander Guerra

9 Comentários

  1. >Ale, uma curiosidade: as terras da Baronesa antes perteceram a uma família suiça que foi a idealizadora das Geléias Homemade. As geléias eram produzidas naquele terreno. Hoje foram parar em Itupeva, a marca não é mais desta família e o gosto é bem diferente…

  2. >A intenção não foi ser saudosista. Era apenas para contar uma curiosidade. Enfim, soou estranho…

    E quando falei do meu avó, no outro post, foi um pensamento que escapou na escrita. Meio nonsense. Falou do Sr. Alfredo e lembrei do meu avó que era hoteleiro em Campos e cozinheiro dos bons. Tinham um jeito parecido de atender e de ficar no balcão.

    Blog é um negócio esquisito. Às vezes me pego escrevendo coisas que sei lá se deveriam ganhar vida.

    … : )

  3. >Lílian acho que deve sempre escrever! E não soou estranho, não.

    Coloco aqui diariamente os meus sentimentos e se consigo despertar o sentimento dos amigos que aqui passam, a ponto de contarem um pouco de suas histórias,isso me deixa muito feliz.

    Acho legal que tenha boas lembranças de lá e que possa contá-las para nós por aqui.

    Tantas histórias se perderiam pelo caminho se não fossem contadas por uns e ouvidas por outros.

    Te espero mais vezes para um café com prosa.

    até

  4. >Alessander , muito obrigada por postar minha receita no blog. Lilian , agradeço muito o seu comentário sobre o conhecimento da propriedade que nos tempos áureos do casal suíço Von Leithner existiu sim essa geléia maravilhosa que hoje nós resgatamos com a mesma qualidade ou melhor (devido à infra estrutura que na época não existia). Quando assumimos a propriedade em 2004 , colocamos o resgate histórico como objetivo. Desde então, trabalhamos arduamente para que tudo que a Baronesa e o Barão prezava fosse continuado.Deixo aqui minhas felicitações pelo blog que é maravilhoso e deixo o convite para vocês e frequentadores do blog para vir conhecer mais a fundo a história, os campos de produção e a fábrica de geléias da Baronesa Von Leithner. Um forte abraço !

  5. >Melissa agradeço sua participação por aqui e quando eu for a Campos vou marcar com vc para fazermos uma matéria sobre a fazenda e o que vcs estão produzindo.

    Abraço

  6. >Gostei muito dos comentários e é como Alessander disse, não há nada de esquisito, se você tem sua opinião temos que respeitá-la. Se você não escreve não passa para ninguém e acaba se perdendo. Ok. Vou amanhã conhecer esta fazenda. Ví a reportagem na TV Gazeta no programa da Claudete Troiano. Conheço Campos do Jordão, há bastante tempo, passei minha lua de mel em Campos, mas nunca fui a esta fazenda.Estou com vontade de tomar um daqueles drinks, feito com blueberry. Até mais.

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*