Harmonização Espumantes, Tintos, Brancos festas de Natal e Ano Novo

sommelier+Nelson+Luiz+Pereira Ville+du+Vin - Harmonização Espumantes, Tintos, Brancos festas de Natal e Ano NovoMuito bem minha gente, para reduzir o stress dos preparativos das festas de fim de ano, consultei o Nelson Luiz Pereira – sommelier da Ville du Vin e diretor de degustação da ABS (Associação Brasileira de Sommeliers). Assim no quesito “bebes” vocês podem seguir essas dicas de Harmonização Espumantes, Tintos, Brancos festas de Natal e Ano Novo sem ter que ficar quebrando a cabeça
Recepção: Espumante. Eles são alegres, leves e transmitem muito frescor. Dependendo da sofisticação da festa, podemos ir desde um bom prosecco, até um grande champagne. Algumas pessoas preferem bebê-lo durante toda noite, portanto, é necessário ter uma folga na quantidade da bebida.

Jantar: uma opção de vinho tinto e outra, de branco.

  • Branco: pode ser um Sauvignon Blanc aromático, de boa acidez e intenso. Evite brancos muito pesados, com excesso de madeira como, por exemplo, os Chardonnays – que, se for o caso, devem ser muito bem selecionados. O vinho branco fará a transição do espumante servido inicialmente, combinando com muitas entradas e até pratos principais à base de peixes e carnes brancas.
  • Tinto: O momento é de descontração, por isso, convém escolher um vinho mais descontraído, capaz de adaptar-se a vários pratos e molhos, além de ser servido em quantidades maiores. Portanto, um Tempranillo jovem, um bom Chianti, um bom Barbera, um bom Côtes-du-Rhône, cumprem bem o papel. Evite tintos do Novo Mundo, que costumam ser excessivamente pesados e amadeirados.

     

Sobremesas, frutas frescas e secas: podem ser acompanhadas por vinhos doces como Moscatos mais leves e alguns Late Harvests. Para quem não abre mão de um vinho do Porto, prefira os de estilo Tawny, que podem ser refrescados e costumam ser mais leves.

Ville+du+Vin - Harmonização Espumantes, Tintos, Brancos festas de Natal e Ano NovoVille du Vin

É uma rede de lojas com mais de 2,5 mil rótulos de vinhos de 13 importadoras, como: Expand, Grand Cru, World Wine, Zahil, Adega Alentejana, Península, Qualimpor, Premium, Bruck, KMM, entre outras.
Até o final desse ano, os proprietários Sidnei Brandão e Olavo Maciel Neto, inauguram mais três unidades da marca: Chácara Klabin e Moema (bairros da zona Sul da cidade de São Paulo) e São José do Rio Preto (interior de São Paulo), que vem se juntar as outras três lojas que já formam a rede: Alphaville, Vila Nova Conceição e Santo André. Em 2009 a Ville du Vin deve abrir mais dois espaços, um no shopping Vila Olímpia, em São Paulo e outro em Vitória (ES).

Alessander Guerra

4 Comentários

  1. >Oi Alessander. Não te falei meu marido se chama Alexandre. Eu também tenho meu Ale. Aquele Fondue de Frutas Vermelhas, aquele tipo Coulis quentinho com queijo, na minha opinião foi a melhor de todas. Nos temos mania por Fondue na familia, preparando assim nossa eu com certeza vou arrasar e inovar. Obrigadão! Aquela Pastiera de Grano de casquinha de laranja cristalizada e flor de água de laranjeira, eu não conhecia o recheio dele com esta composição. Valeu, amo receitinhas que levam água de laranjeira e meu marido tudo que leva casquinha de laranha (doce ou cristalizada), meu blogue está cheio de receitas assim. As 2 já guardei com foto e tudo aqui no micro. Bom final de semana da Pri (MG)

  2. >Aqui em Portugal, na zona da Bairrada, uma dos pratos típicos é o leitão assado, servido apenas com rodelas de laranja (doces, da zona), e espumante.
    Simples e delicioso!

  3. >Pois Witch eu imagino que seja. E a laranja e o espumante ajudando a cortar as gordurinhas oferecidas pelo leitão.

    Obrigado pela visita e pelo comentário.

    Alessander

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA
Refresh

*