>O João do Grão da meia-desfeita

>

Já que andamos falando de Bacalhau preciso contar-lhes de um lugar que amei quando estive em Lisboa: o João do Grão. Nessa casa centenária o bacalhau reina sempre, a bons preços, delicioso preparo e com um atendimento com a cordialidade portuguesa. Abaixo dito que revela um pouco da paixão lisboeta pelo local.
A popularidade da casa, não sei bem porquê, encheu Lisboa. Quando morreu o velho João do Grão, os cegos alfacinhas cantavam, acompanhados ao violão:

«Numa noite d´invernia
Fui ao Alto de S. João
Visitar a campa fria
Do antigo João do Grão

Acompanhou a romagem
O amigo José Borralho
Comemos meia-desfeita
E voltámos pró trabalho.»

Alessander Guerra

8 Comentários

  1. >Fui ano passado no João com amigos de Lisboa e ocorreu um fato engraçado que lembramos sempre. Todos escolheram seus bacalhais e eu pedi um nas natas. O garçon riu de mim e disse que este era bacalhau de pobre. No final, todos queriam experimentar o meu, a melhor escolha, ehehe. bjinho

  2. >Alessander,

    tenho uma amiga russa que me contou outro dia que na Rússia as pessoas comem um pedaço de chocolate amargo ao acordar pois ele tem um componente que faz a pessoa se sentir mais feliz.

    Acho que já li isto em algum lugar. Vc sabe de alguma comprovação científica?

    Beijos.

  3. >Olá! Acabei de conhecer seu blog e vou adicioñá-lo no mue blogroll. Faço gastronomia e adoro gente que adora cozinha que adora comida que adora gente que cozinha … Abraço!

  4. >Márcia com o preço do bacalhau com certeza não há uma forma de preparo que seja de pobre.

    Carolina atendendo sua pergunta vou escrever sobre o chocolate, tá!

    Redneck seja sempre bem-vindo

  5. >Aguardava vários anos a oportunidade de saborear o tão famoso bacalhau do João do Grão… Lamentavelmente, foi o “pior” e mais “caro” lugar onde comi em minha estada na terrinha… Tudo péssimo, inclusive o atendimento. Mas em compensação, delirei de prazer em vários restaurantes, principalmente os mais simples. (Só a fama não basta !!!).

  6. >Pôxa Fernando que azar! Além de mim, todo mundo que eu conheço e já frequentou por lá gostou muito. Claro que também há muitos outros restaurantes simples e bons. Se quiser indicar alguns pelos quais passou, pode registrar nos comentários aqui. abs

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*