Zena Caffé

Lousa thumb%5B1%5D - Zena CafféFazia tempo que eu queria visitar o Zena Caffé , mesmo antes de conhecer via Twitter o chef Carlos Bertolazzi. E, certa noite desse janeiro de calor e chuva, eu, o Kats, a Roberta Malta e a Lena combinamos de jantar por lá.

Pintura thumb%5B1%5D - Zena Caffé

Nada me deixa mais feliz do que reunir amigos à mesa, ainda mais num lugar tão gostoso como o Zena Caffé. Pelo que percebi em outras mesas, muitos tem a mesma opinião que a minha. O ambiente descontraído, remete a uma vila italiana, com várias pinturas espalhadas pelas paredes e um aconchegante terraço para a rua.

Quanto à comida, o cardápio homenageia o mediterrâneo, com destaque para as receitas da Ligúria (norte da Itália). Há pratos de massas frescas e secas, carnes, frango e peixes. Queria aproveitar para destacar duas coisas: o pão focaccia feito no restaurante de mais de uma forma, que compõe algumas entradas e serve inclusive para embalar um hambúrguer com fritas.

Hamb%C3%BArguer thumb%5B1%5D - Zena Caffé

O queijo tipo Stracchino feito na Serra das Antas, que tem um sabor suave, derrete sem derreter totalmente e é usado como recheio da Focaccia della Casa…Focaccia thumb%5B1%5D - Zena Caffé…e também como molho do suave Nhoque Zena.Nhoque thumb%5B2%5D - Zena Caffé

Outra descoberta deliciosa foram os Brutti ma Buoni que chegam junto com o café. A receita aqui no blog do chef.

Brutti thumb%5B1%5D - Zena Caffé

Zena Caffé

Alessander Guerra

10 Comentários

  1. >Ale,

    Foi um prazer te conhecer e compartilhar os vinho. Vida longa a vc, ao cuecas na cozinha, ao Zena e, claro, ao bom vinho!

    Abraços
    Carlos (@losnet)

  2. >Um menu brutal 🙂 A sobremesa deve ser mesmo boa, com avelãs, amêndoas e açúcar… quase parece um doce conventual 🙂

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA
Refresh

*