>Um chef de cozinha pode muito

>

Joca%252520Pontes DSC08672 thumb%25255B2%25255D - >Um chef de cozinha pode muito

A palestra do jovem chef Joca Pontes do restaurante Ponte Nova (Recife – PE) na Semana Mesa SP, foi um alento para quem, como eu, pensa em sustentabilidade e um Brasil melhor. Um Brasil que valoriza a agricultura e os agricultores, que mantém as tradições e dá condições de vida mais dignas a pequenos produtores.

O título do post é um fato! Todo mundo acha que pode pouco, mas durante a Semana Mesa SP vimos que os chefs podem muito; assim como todos nós também podemos. Exemplos que vieram não só dos italianos, mas de muitos brasileiros. Chefs que transformam a vida de comunidades, porque trabalham em parceria com elas. Pagando um preço justo, tirando os atravessadores da jogada.

Peguei Joca Pontes para ilustrar, porque sua palestra foi muito um resumo disso tudo. Para começar, o chef que come farinha desde sempre e com tudo quanto é coisa, antes mal conhecia o trabalho de quem produzia seu ingrediente predileto. Pois em determinado momento de sua vida, se pôs a conhecer o trabalho de vários fornecedores atuando em parceria firme com todos eles. Hoje 80% do que consome no restaurante vem das redondezas e ajuda muitas famílias a viverem melhor e manterem suas tradições.

Joca%252520Pontes Farinha DSC08685 thumb%25255B1%25255D - >Um chef de cozinha pode muito

Um dos exemplos mais concretos foi a valorização do Corredor da Farinha de Pernambuco, projeto criado pela Sociedade Nordestina de Ecologia e que o chef ajuda a divulgar. Hoje são mais de 100 casas de farinha que fazem parte do projeto, contribuindo para a melhora de vida de 300 famílias. Para se ter uma ideia da mudança antes pagava-se aos produtores na saca de farinha entre R$25 e R$30, hoje paga-se direto a eles, sem atravessadores, por volta de R$70. É mais que o dobro do valor.

Chefs, cozinheiros e todos os que tem prazer em adentrar ao ambiente azulejado: “Nunca é tarde para repensar os ingredientes que utilizam na suas cozinhas!”

Alessander Guerra

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA
Refresh

*