Pudim de Claras

Pudim de Claras3 - Pudim de Claras

Essa receita leva, basicamente, clara de ovo; daí o nome de Pudim de Claras. Um boa receita para se fazer quando você preparou outra que só leva gemas: creme inglês, ambrosia, quindim, para citar alguns exemplos.

Pudim de Claras é daqueles doces que chamamos Conventuais, ou seja, que foram criados pelas freiras nos conventos. Sabe-se que boa parte da doçaria portuguesa, é feita à base de gemas até os dias de hoje.

Diz a lenda, que as claras de ovo eram usadas para confeccionar hóstias e engomar hábitos (vestimentas das freiras), então a necessidade de usar as gemas + o crescimento do comércio do açúcar em Portugal + a criatividade de um monte de freirinhas na cozinha do convento chegou-se a tantos doces deliciosos com bases de gemas: papo de anjo, toucinho do céu (tá dando pra ver pelos nomes onde é que os ditos cujos nasceram né?).

Então o Pudim de Claras, deve ter surgido num momento em que todas as hóstias já tinham sido produzidas e todos os hábitos, engomados. rs

 

Esse post faz parte do evento: 1ª Ceia Virtual Solidária no Cuecas na Cozinha / Leia também a Mensagem de Médicos Sem Fronteiras

 

Pudim de Claras

Foi um prazer participar. Bela iniciativa!
Uma abraço,
Edu Magno (Comida é Arte)

 

CALDA
• 1 e 1/2 xícara (chá) de açúcar
• 1/2 xícara (chá) de água

Modo de fazer

Numa panela, coloque a água e o açúcar e misture bem.
Leve ao fogo e cozinhe por aproximadamente 10 minutos até obter uma calda cor de caramelo claro. Caramelize uma forma redonda com um buraco no centro. Reserve.

PUDIM
• 6 claras
• 12 colheres (sopa) de açúcar
• 1 colher (café) de fermento em pó
• Raspas de limão

Modo de fazer
Na vasilha da batedeira, coloque as claras e bata. Coloque o açúcar aos poucos (com a batedeira ligada). Bata por aproximadamente 5 a 8 minutos. Desligue.
Acrescente o fermento e as raspas de limão. Bata novamente. Coloque a massa obtida na forma com a calda, pressionando bem com uma colher.
Polvilhe um pouco de açúcar sobre o pudim. Leve ao forno pré-aquecido de 180°C a 200°C por 35 a 40 minutos, em banho-maria.
Desenforme quando estiver frio e regue com a calda que ficou na forma.

Alessander Guerra

2 Comentários

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*