O Café Gerbeaud de Budapeste

Em minha viagem à Budapeste vi que a capital da Hungria ainda mostrava marcas de um passado de guerras. Prédios com tiros são paisagem comum. Mas a cidade renasce com sua beleza que margeia o Danúbio, rio que a divide em duas partes: Buda e Peste.

É no centro de Peste que encontramos o Café Gerbeaudque data de 1858, um lugar delicioso para provar a típica doçaria húngara regada a um encorpado chocolate quente. Um ambiente que nos remete a uma arquitetura preciosa, rica em detalhes. Uma viagem no tempo. Dá vontade de passar horas por lá fugindo do frio cortante do inverno, admirando um passado que não volta, mas está lá gravado para sempre.

A Dobostorta (esse bolo que provei) foi criada em 1884 pelo grande confeiteiro e escritor gastronômico Jozsef Dobos, descendente de antiga família de confeiteiros da realeza. (citação do livro Viagem Gastronômica pela Hungria – falo dele amanhã, ok?).

Viagem Gourmet

TV Cuecas na Cozinha

Alessander Guerra

5 Comentários

  1. >Nossa, deve ser um lugar muitooo foda de visitar, e antigo neh..

    fiquei tentado a comer esse bolo, deve ser mto bom…

    Depois visita meu blog, sou chef de cozinha molecular.. =)

    abraxx

  2. >Segundo o George, a Gerbeaud foi uma das poucas casas nao tocadas pelos comunistas durante a ocupacao. E permanece tal qual sempre foi.

    Bem interessante ver esses lugares que me sao familiares, agora pelos seus olhos.

    Bjs

  3. >Ainda bem porque lá é tudo tão lindo, mágico e delicioso. Também fiz um vídeo sobre o mercado natalino de rua na Vörosmarty tér, não sei se assistiu. bjs

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA
Refresh

*