>O copo que vende cerveja

>

 

Cerveja%20Kwak thumb%5B3%5D - >O copo que vende cerveja

Dizem que o copo certo é fundamental para degustar adequadamente um vinho ou cerveja. Mas nesse caso, o copo certo, assim como seu devido suporte foram mais do que isso. Foram fundamentais para venderem a própria cerveja.

Na época de Napoleão,  Pauwel Kwak era proprietário e mestre cervejeiro da De Hoorn, que ficava em Dendermonde (Bélgica). A cervejaria era bastante frequentada pelo cocheiros, mas uma lei (assim como tantas leis que existem por aí) quase arruina os negócios do Sr. Kwak: Os cocheiros foram proibidos de deixar suas carruagens e cavalos parados na rua!

Mas, como a necessidade é a mãe de todas as invenções, o tal Pauwel inventou um copo para ser acoplado a um suporte instalado na carruagem, de modo que os cocheiros só precisariam passar pela cervejaria para “abastecer”, sem sofrer punições. A cerveja virou história e até hoje é servida no mesmo copo e suporte.

No site da Bosteels Brewery (empresa que hoje é responsável pela marca e tem ainda em seu portifólio as cervejas: Deus e a Tripel Karmeliet) você encontra uma interessante análise sensorial da cerveja Kwak.

 

Nota do Cuecas na Cozinha: Não há registros claros sobre o índice alcoólico em que trafegava o sangue dos cocheiros. Só imagino que os cavalos, por diversas vezes, tinham a vontade de mandá-los pastar.

Alessander Guerra

Envie uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA
Refresh

*